A Doença Celíaca - Dr. Francisco Penna

A DOENÇA CELÍACA

Dr. Francisco Penna

A doença celíaca é uma intolerância permanente ao glúten, que é uma fração protéica existente no trigo, centeio, cevada, aveia e seus derivados. A doença celíaca caracteriza-se por uma alteração no intestino delgado, com redução, consequente, da absorção de vários nutrientes.

A doença celíaca é de origem genética, por este motivo sua frequência é maior em algumas populações. Há países na Europa que para cada 250 crianças nascidas, uma tem doença celíaca. Em nosso meio não há levantamento estatístico, entretanto, a doença é mais frequente do que se pode imaginar. Sendo genética, a ocorrência em familiares é maior do que na população geral. Diante disso, os familiares de pacientes celíacos devem sempre ser vistos com maior chance de terem a doença. Alguns pacientes podem ter a doença, praticamente sem manifestações clínicas que chamem a atenção para o diagnóstico.

Na atualidade são utilizados testes laboratoriais, que são anticorpos específicos (antigliadina, antiendomísio e antitransglutaminase tecidual) que têm como objetivo selecionar os pacientes que devem se submeter à biopsia do intestino delgado, que é condição indispensável para o diagnóstico definitivo da doença. A referida biópsia é procedimento simples, indolor e que não requer internação para sua realização. Muitos serviços de gastroenterologia, na atualidade, fazem a biópsia através de endoscopia. Nosso serviço continua preferindo a biópsia através de uma cápsula metálica apropriada.